banner

Seguidores

domingo, 4 de novembro de 2012

O carneirinho Lelé


Dizem que sou bem fofinho
Eu sou o carneirinho Lelé
Corro e dou cambalhotas
Mas sempre caio de pé

Tenho a lã bem branquinha
E para o meu dono eu falo
Que é para me tosquiar
E com a lã fazer agasalhos

Assim ajudo as crianças
Mais pobres não sentirem frio
Elas ficam quentinhas e alegres
Com agasalho gostoso e macio

- O carneirinho Lelé é bonzinho
Veja o que ele faz e o que diz
Você pode doar roupas usadas
Faça e seja uma criança feliz


Tio Renato
04/11/2012





8 comentários:

  1. Olá Renato.
    Adoro a suavidade dos seus poemas e as lindas lições que deles emanam. Um domingo maravilhoso pra você. Um abraço
    Gracita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade que procuro ensina através dos meus versos. Obg amiga Gracita. Um abraço

      Excluir
  2. Lindo e doce poema Renato...De grande sabedoria ..muito tocante ..um grande abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado amigo, abraço!

      Excluir
  3. Olá Renato!
    Adorei o poema do Carneirinho Lelé.
    Uma ótima semana pra você.
    Um abraço.
    Valdete Cantú

    ResponderExcluir
  4. Renato amigo estou deixando no final da manhã um presente a ti passa lá no blogger Um abraço n Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obg amigo, fui lá no seu blog e adorei, muito obg, um forte abraço!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...