banner

Seguidores

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Criançada...FELIZ NATAL

Ah! Quanta alegria! Tudo é festa,
É natal outra vez, a festa da luz
Quanta felicidade é poder festejar
O nascimento do menino Jesus

Árvores de natal, Papai Noel,
Todo mundo brincando de amor
Que bom o natal! Todo mundo feliz
Dando o perdão, esquecendo o rancor

Que as crianças, possam crescer
Num mundo de paz, de muita alegria
Que os adultos aprendam a fazer
Um natal feliz a cada novo dia

Crianças, sejam todas muito felizes
Com o papai, a mamãe e os avós
Sejam felizes é o que lhes desejo
E que Deus dê sua luz para todos nós
FELIZ NATAL

Tio Renato
19/12/2.013


O bem-ti-vi gago


Escuta como canta aquele bem-ti-vi
Todo cheio de pose mas canta engraçado
Ele não canta assim: bem-ti vi, bem-ti-vi
Ele canta bbem-titi-vivi. Acho que é gago

Alguém pode me explicar se é verdade
Pode ser mesmo gago um bem-ti-vi?
Ele não é tímido, canta alegre no quintal 
Os outros o tratam de maneira bem normal

Ele pode ser diferente mas é um bem-ti-vi
Os outros gostam dele, e isso é coisa banal
As pessoas deviam ser com os bem-ti-vis
Viver as diferenças de maneira natural


Tio Renato
19/12/2.013





quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Natal... faça uma criança feliz

Está  chegando, alegre, o natal outra vez
É alegria, e muita, é todo mundo contente
Quero muitos beijos do papai e da mamãe
Crianças, pode haver melhor presente?

No canto da sala, uma árvore de natal
Com lâmpadas que parecem estrelinhas
Piscam, parecem estrelas de verdade
Tomara encham os corações de bondade

Mas as vezes chega um pensamento triste
É que nem todos têm uma árvore de natal
Não têm estrelinhas alegres, nem presentes
São crianças que não sabem ficar contentes

Mamãe me deu uma maravilhosa ideia,
Com meus coleguinhas vou agora partilhar
Doar os brinquedos que não usamos mais
E assim o natal das crianças pobres alegrar


Você sabe o nome das renas do Papai Noel?
Não? Então pesquise no blog do Tio Renato
a poesia: As renas do Papai Noel.

Tio Renato
11/12/2.013












terça-feira, 22 de outubro de 2013

Uma grande estrela: O sol


Eu sou o grande sol e sou uma bela estrela,
Uma estrela que se pode ver por todo dia
Na verdade, ninguém diz que sou estrela
Mas sou. Sou festa, luz, sou color e alegria

Todo dia venho, e sempre, muito  feliz
Venho sorrindo e apareço vindo do leste
Mas se vai chegando a noite me preparo
Para me esconder do outro lado, no oeste

A terra vive girando e gira em volta de mim
Em um ano isso acontece e se chama translação
A bem dizer, lá no céu, eu sou um grande farol
Sou quem dá calor ao mundo. Sou o grande sol.

Me sinto muito responsável pela vida aí na terra
Meu calor faz que as plantas produzam oxigênio
Aí ele se espalha, vai voando, vai para todo lugar
É isso que faz as pessoas poderem viver e respirar


Tio Renato
22/10/2.013















terça-feira, 17 de setembro de 2013

Um pé de limoeiro ou um pé de limão?

Olha como é bonito! Um pé de limoeiro!
Pé de limoeiro não, é um pé de limão
Se digo limoeiro, não preciso mais do "pé"
"Pé" só se for "pé" de limão, verde e azedão

Como é fino e alto aquele pé de coqueiro!
Opa! Se disser coqueiro não precisa dizer "pé"
Mas pode dizer como é alto aquele pé de coco
É tão bonito mas sabe? O coco por dentro é oco

Olha como é bonito e grande o pé de cajueiro?
Não. Diga apenas cajueiro, ou um pé de caju
O cajueiro é mesmo um árvore muito estranha
A fruta dele não é o caju, sabia? É a castanha!

Se digo o nome da árvore não preciso dizer "pé"
Se digo o "pé"  tenho que dizer o nome da fruta
Vamos então aprender uma coisa de cada vez
Mas é preciso falar bem esse nosso português

 - Para aprender mais, treine com o nome
de outras árvores frutíferas.
- Árvores frutíferas são árvores que dão frutos.

Tio Renato
17/09/2.013 

 







sábado, 14 de setembro de 2013

Brincando com as palavras

                                     Vamos brincar com as palavras!
Mas com é difícil nosso português
Mesmas palavras com outro sentido!
Vem. Vamos ver como é divertido

Menino não saia para a rua descalço.
Menina não saia  hoje com esta saia
As vezes se erra mas tem um motivo
Um saia  é verbo e o outro é um.......

Mamãe vestiu o vestido de festa
Papai saiu vestido com seu paletó
Mamãe de vestido, papai vestido!
Complicado, mas é bem divertido

Quem vai para rua calça o sapato
Porque a calça papai já vestiu
Verbo, substantivo, coisa maluca
Pergunte, não esquente a "cuca"


Tio Renato
14/09/2.013













quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Bolhinhas de sabão

Hoje vou brincar de bolhinha de sabão
Cada bolhinha parece um sonho no ar
Umas diferentes parecem um coração
E lá vão elas lindas, no espaço a flutuar

Faço muitas e elas vão livres ao vento
Cada uma parecendo arco-iris voando
O vento levando assim tão de mansinho,
Até parece que ele, nelas faz é um carinho

E a bolhinha de sabão vai flutuando no ar
A gente corre atrás dela para poder soprar
Pra que elas voem mais alto e a gente admirar
Mas sabe o que acontece? Elas somem no ar!

Gosto muito de brincar com bolhinha de sabão
Parecem estrela brilhando ainda mesmo de dia
Olha como é bonito, lá vão as bolhinhas voando
Corre, sopra, vai. Ai meu Deus quanta alegria!!


Tio Renato
28/08/2.013












sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Oba! Somos educados!

Vamos aprender fazendo versos
Coisas que se dizia no passado
Se alguém lhe dá uma coisa boa
       Você agradece dizendo ..........

Agora veja, tem pessoas conversando
E entre elas você passa apressado
Duas palavrinhas fazem a diferença
A criança educada diz:.................

Sem querer você pisa em alguém
E a pessoa põe em você a culpa
Mas para ninguém ficar zangado
Como é que a gente diz?...........

Uma "dica" pra ser mais educado
É só aos mais velhos você ajudar
Todos vão gostar mais de você
E Papai do Céu. Este vai adorar

Ora! Mas você sabe tudo isso?
Merece um abraço bem apertado
Papai e Mamãe ficam muito felizes
Você é um menino muito educado

Obs:  Mas não são só as crianças,
         os adultos também devem 
         ser educados

Tio Renato
23/08/2.013





segunda-feira, 19 de agosto de 2013

O quarteto dos velhos amigos


O galo coitado, de velho, já ia pra panela
O porquinho, bem gordinho, ia virar chouriço
Então aflitos e tristes no quintal se reuniram
E perguntavam: Como vamos mudar isso?

O cachorro, coitado, de velho, já não tinha dentes
Não servia mais nem para caçar ia ficar jogado
Até o jumentinho que sempre trabalhou com valentia
Agora velho, ficou sozinho, lá num canto abandonado

Os quatro se juntaram e resolveram pensar
Em uma maneira de viver, viver bem e de lutar
Estavam velhos, é verdade, mas não iam se entregar
Assim,  uma banda, os quatro tiveram a ideia de formar

O jumentinho muito alegre começava a contoria
E cantava bem alto: A  E   I   O   U   YPSILONE
Em cima do jumentinho ONC,  ONC, ONC fazia o porquinho
Em cima do porquinho AU AU AU, latia o cachorrinho

Com muita pose, em cima do cachorrinho vai o galo 
Bate as asas, estufa o peito e canta alto COCORICÓ 
Agora mudou a rotina da fazenda, todo dia é uma festa
Todos gostam da banda e tudo é uma alegria só


Texto já conhecido, apenas uma tentativa de resgate
Moral da história: As pessoas, por mais velhas que sejam,
sempre podem ser uteis.

Tio Renato
19/08/2.013










sábado, 10 de agosto de 2013

Dona galinha pedrês

Olha ali passeando elegante,
Lá vai dona galinha pedrês
Quantos pintinhos ela tem?
Um ovo por dia. E por mês?

A noite, por baixo das asas
Ela esquenta os pintinhos
Acreditem, não pisa nenhum
Todos ficam acomodadinhos

De dia ela caça minhocas
Ensina aos pintinhos ciscar
Cisca aqui, cisca ali e acolá
Até uma minhoca encontrar

Aí ela faz um córocócó
Os pintinhos vêm todos correndo
Comem bastante minhoca
E assim eles vão crescendo.


Tio Renato
10/08/2.013






quinta-feira, 11 de julho de 2013

A feirinha de dona minhoca


Na feirinha de dona minhoca
Tem tudo que se possa querer
Ela vive inventando as coisas
E o que faz se põe a vender

Fez  casaco para dona pulga,
Um pulôver pro seu carrapato
E pra ele ficar mais elegante
Fez também um par de sapato

Para o piolho, sempre teimoso
Fez uma camisa e um  paletó
Fez uma blusa para a juaninha
E uma dentadura para o potó

Fez botas para dona lagarta
Quantas eu não sei nem dizer
Fez sacola para dona formiga
Tudo dona minhoca sabe fazer


Tio Renato
11/07/2.013




sexta-feira, 31 de maio de 2013

A danada da formiguinha

                                                 
 Vejam só como trabalham a formiguinhas!
De dia ou de noite elas só sabem trabalhar
Entram no formigueiro, saem do formigueiro
Trabalham tanto que nem sabem mais brincar

No verão saem procurando por alimento
Se se encontram, conversam bem baixinho
Ninguém nunca escuta o que elas dizem
As formigas! Ah! São cheias de segredinhos

No inverno ficam no formigueiro, trabalhando
Não têm tempo de brincar, só de trabalhar
Mas no inverno o que fazem no formigueiro?
Acho que têm as formigas bebês para cuidar

Olha.  Lá vai uma carregando uma folha enorme!
Mas que formiga forte! A folha é maior que ela!
Como pode a formiguinha tão pequena fazer isso?!
É que a formiga carrega cem vezes o peso dela!!!!!


Tio Renato
31/05/2.013

sexta-feira, 24 de maio de 2013

O pinguim de paletó

vejam só como anda o pinguim
Sempre vestido com seu paletó
Quer ser elegante mas é engraçado
Como ele anda  desengonçado!

Ele corre sem jeito, corre de lado
Mas se cai na água ele  sabe nadar
Ele até sabe, e muito bem, mergulhar
Mas ele é uma ave e não sabe voar!!!

Quer ser elegante com seu paletó,
Tem paletó mas não usa gravata
Ele anda descalço, não calça sapato
E tem vergonha do seu pé de pato

São tão convencidos esses pinguins!
Tem o pinguim-rei e não usa coroa
Tem também o pinguim-imperador
Eles gostam do frio, detestam calor.


Tio Renato
24/05/2.013









 

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Nossos rios, nossas vidas


Olha que rio mais bonito
Vai correndo sem parar
Suas águas vão cantando
E ele vai indo para o mar

Nas margens  belas flores
E  passarinhos a brincar
Na água peixinhos dourados
Alegres sempre a nadar

É uma beleza tão grande
Que dá gosto se admirar
Peço a Deus em oração
Para isso nunca acabar

Quem ama a natureza
Aos rios nunca vai poluir
Pois se os rios acabarem
Deixaremos de existir


Tio Renato
23/05/2.013









domingo, 24 de março de 2013

Viajar sem se perder

Vamos o usar o nosso sol
Pra gente ir sem se perder
Aprender os pontos cardeias
Toda criança tem que saber

Veja o sol nascendo no céu
Estique seu bracinho direito,
Aponte pra ele, ali é o leste
O esquerdo aponta o oeste 

Direito leste, e esquerdo oeste
Sua frente o sul, atrás o norte
Estes são os pontos cardeais,
Bem, agora não se perca mais


Mesmo sabendo, é bom ficar sempre
perto do adulto que está com você.

Um beijo do tio Renato
e boa viagem
24/03/2.013




Meu barquinho de papel


Para brincar com a chuva
Fiz um barquinho de papel
Bem forte eu fiz o lastro
Para poder colar o mastro

Meu barquinho de papel
De um lado é bombordo,
Mas para ser verdadeiro
Do outro tem estibordo

Desce solto a ladeira da rua
Todo mundo correndo atrás
Cada um tem seu barquinho
Brincar assim é bom demais

Quem sabe o que é mastro,
Estibordo, bombordo e lastro?
Para um barquinho poder fazer
Tudo isso tem que se saber.


Tio Renato
24/03/2.013




sexta-feira, 8 de março de 2013

Dia Internacional da Mulher

Em homenagem as mulheres maravilhosas, que deixam o mundo mais lindo, mais florido, mais sensível, com muito mais cor deixo meu carinhoso abraço e uma poesia linda escrita por uma querida amiga, poesia esta onde ela exalta e eleva a mulher, incentivando-a a externar toda sua beleza e luz.
Mulher... ame-se!

Aproveite bem a convivência com quem ama
Encha, o mais que puder, sua alma de alegria
A cada novo dia, acredite em sua felicidade
Ajude a ter em sua casa muito mais harmonia!

Mantenha em seu lar o amor e a compreensão
Deixe-o sempre bonito, agradável, aconchegante
Sua casa é você! Cuide com carinho e dedicação
E todos sentirão uma harmonia reconfortante

Mulher... Ame-se! Enfeite-se, você merece!
Descubra sua beleza, ela está ai, é só procurar
Torne-se mais bela a cada dia... você pode!
Pois ela é a luz de sua alma... deixe-a brilhar!

Seja simples... faça tudo que sentir vontade
Valorize a saúde, o amor... escute o coração
Não se reprima, viva com toda intensidade
Ame-se e entregue-se intensamente à paixão!

Nádia Santos


sábado, 9 de fevereiro de 2013

Um mundo para as crianças



Sou criança. Ainda falta muito para aprender
Não sei ainda o perfume de quase nenhuma flor
Ainda não corri nos campos perfumados de jasmim
Ouço falar, mas ainda não sei bem o que é o amor

Ainda não sei admirar a beleza de um por-do-sol,
Nascer do sol? Nunca vi. Sempre acordo tarde
Ainda sou criança, brincando de crescer, aprender...
Sou criança que, sozinho, ainda não sabe viver

Como queria aprender tudo isso! Ver as belezas,
Crescer aprendendo com as minhas incertezas
Que serão muitas, eu sei. Mas quero ter uma certeza

Que me deixarão viver e aprender o que é amar,
Que o nascer e o por-do-sol continuarão belos assim
E que deixarão o mundo risonho e alegre para mim

Tio Renato
09/02/2.012

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

O passarinho apaixonado





Canta alegre um passarinho no roseiral
Inquieto, a inquietar-se com a demora
De quem, talvez, a esmerar-se no ninho
Seja aquela a quem ele, feliz... namora

A ansiedade se faz no canto, no chamado
E um nome grita no seu mais belo trinado
Gorjeio doce, terno a fazer-se um canto
De confissão de um eterno apaixonado

Continua o passarinho em belos gorjeios
Trinados breves ou longos como poesias
Em versos alegres lindas notas e melodias

Chamando a amada que no ninho se enfeita
De repente ela surge, graciosa, doce e bela
E o passarinho... canta mais bonito só pra ela.

Poesia do amigo
José João

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Selo Literário 2013

O Selo Literário 2013 - Leia sempre
foi criado pela blogueira
Érica bosi
**********
Regras:

1) Citar o nome e o link de quem te indicou
    Tive duas (02) indicações:

a) Professora Valdete Cantu
b) José João

2) Indicar 02 livros (no mínimo) que leu em 2012 e gostou:
* Antologia de poetas brasileiros contemporâneos volume 94 publicado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores

* 1ª Antologia Literária-ESCRITOS LISÉRGICOS-Poesias, contos e crônicas-Natal, de Christian V. Louis
**Obs: Estes livros ganhei de presente minha amiga Nádia Santos, nos quais ela participa com uma poesia e um conto, respectivamente.

3) Listar 3 livros que pretendo ler em 2013:
Esta regra vou quebrar, pois ainda não tenho nada em vista mais vou indicar 02 (dois) livros para a meninada ler, se divertir, aprender e refletir que são:



a) O menino do dedo verde
    De: Maurice Druon





b) O pequeno Príncipe
    De: Antonie Saint-expéry





4) Indicar 10 (dez) blogs para receber o selo e  avisá-los, ai estão meus indicados:
1 - http://rosangelaprendizagem.blogspot.com.br/
2 - http://profaadrianadezerto.blogspot.com.br/
3-http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br/
4 - http://vilma-ensinarbrincando.blogspot.com.br/
5-http://lugardegentefelizempromorar.blogspot.com.br/
6 - http://ensinar-aprender.blogspot.com.br/
7 - http://redeeducacaoemfoco.blogspot.com.br/
8 - http://espacoaprendente.blogspot.com.br/
9 - http://poemandopq.blogspot.com.br/
10-http://continuobuscando.blogspot.com.br/

Aproveitem todos bem as férias, descansem, divirtam-se com seus familiares e amigos e encontrem um tempinho para a leitura... vamos ler meninada!

Um beijo e um abraço do Tio Renato

08/01/13






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...