banner

Seguidores

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

O quarteto dos velhos amigos


O galo coitado, de velho, já ia pra panela
O porquinho, bem gordinho, ia virar chouriço
Então aflitos e tristes no quintal se reuniram
E perguntavam: Como vamos mudar isso?

O cachorro, coitado, de velho, já não tinha dentes
Não servia mais nem para caçar ia ficar jogado
Até o jumentinho que sempre trabalhou com valentia
Agora velho, ficou sozinho, lá num canto abandonado

Os quatro se juntaram e resolveram pensar
Em uma maneira de viver, viver bem e de lutar
Estavam velhos, é verdade, mas não iam se entregar
Assim,  uma banda, os quatro tiveram a ideia de formar

O jumentinho muito alegre começava a contoria
E cantava bem alto: A  E   I   O   U   YPSILONE
Em cima do jumentinho ONC,  ONC, ONC fazia o porquinho
Em cima do porquinho AU AU AU, latia o cachorrinho

Com muita pose, em cima do cachorrinho vai o galo 
Bate as asas, estufa o peito e canta alto COCORICÓ 
Agora mudou a rotina da fazenda, todo dia é uma festa
Todos gostam da banda e tudo é uma alegria só


Texto já conhecido, apenas uma tentativa de resgate
Moral da história: As pessoas, por mais velhas que sejam,
sempre podem ser uteis.

Tio Renato
19/08/2.013










Um comentário:

  1. Uma linda maneira de mostrar para as crianças que pessoas idosas também podem ajudar dentro de suas possibilidade. Muito linda a poesia. Um abraço querido.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...